segunda-feira, março 21, 2011

Antes de partir - António Nobre (1899)

Antes de partir


Varios Poetas vieram á Madeira
(Pela fama que tem) a ares do Mar:
Uns p'ra, breve, voltarem á lareira,
Outros, ai d'elles! para aqui ficar.

Esta ilha é Portugal, mesma é a bandeira,
Morrer n'esta ilha não deve custar,
Mas para mim sempre é terra extrangeira,
Á minha patria quero, emfim, voltar.

Ilhas amadas! Ceu cheio de luas!
Ah como é triste andar por essas ruas,
Pallido, de olhos grandes, a tossir!

Eu vou-me embora, adeus! mas volto a vêl-as,
Vou com as ondas, voltarei com ellas,
Mas como ellas p'ra tornar a ir!


Ilha da Madeira, Fevereiro, 1899.
Extraído de: http://www.archive.org/details/despedidas00nobrgoog

Na Ilha da Madeira: hospital improvisado - António Balbino Rego (1901)

Rego , António Balbino - Na ilha da Madeira : hospital improvisado , Porto : Vap. da Emprêsa Litteraria e Typographica, 1901. https://a...