domingo, maio 27, 2012

MÁQUINA DE EMARANHAR PAISAGENS: HERBERTO HELDER E O CINEMA EM PROL DA REFLEXÃO SOBRE A POESIA - Tatiana Picosque

MÁQUINA DE EMARANHAR PAISAGENS: HERBERTO HELDER E O CINEMA EM PROL DA REFLEXÃO SOBRE A POESIA
Tatiana Aparecida Picosque
(Doutoranda em Literatura Portuguesa, USP)


RESUMO: Pretendemos examinar sucintamente a relação entre cinema e poesia na obra de Herberto Helder (1930-), poeta português de envergadura surgido na segunda metade do século XX. Com apoio encontrado na obra do próprio autor, analisaremos excertos sobre o cinema no livro Photomaton & Vox. No intuito de verificar a práxis dessa relação entre cinema e arte poética na obra herbertiana, comentaremos a respeito do livro A máquina de emaranhar paisagens onde o procedimento de montagem das imagens se encontra mais evidente.

http://www.pgletras.uerj.br/palimpsesto/num12/dossie/palimpsesto12dossie03.pdf

Na Ilha da Madeira: hospital improvisado - António Balbino Rego (1901)

Rego , António Balbino - Na ilha da Madeira : hospital improvisado , Porto : Vap. da Emprêsa Litteraria e Typographica, 1901. https://a...