terça-feira, dezembro 15, 2009

Incunábulos e Post-Incunábulos Portugueses (ca. 1488 - 1518) ... - Helga Maria Justen

HeIga Maria Jüsten

Incunábulos e Post-Incunábulos Portugueses (ca. 1488 - 1518)

(Em Redor do Material Tipográfico dos Impressos Portugueses)


Doutoramento em História
Especialidade de História Cultural c das Mentalidades Modernas

Orientador lProfessor Doutor João José Alves Dias

Universidade Nova de Lisboa
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Lisboa - 2006

Resumo

O presente trabalho foi apresentado como dissertação de doutoramento à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e incorpora sugestões dos membros do júri, formuladas durante as provas públicas realizadas a 14 Julho de 2006.

A dissertação de doutoramento assenta numa investigação de incunábulos e post- incunábulos e fornece 61 notícias tipobibliográficas que representam os impressos portugueses actualmente conhecidos desde o início da imprensa fixado em ca. 1488 até ao ano de 1518. Procedeu-se ao estudo dos incunábulos e post-incunábulos portugueses com o objectivo de apresentar, numa primeira parte, as 61 notícias tipobibliográficas de acordo com uma metodologia uniforme e numa perspectiva de actualização relativamente a descrições parcelares anteriores. A análise da produção portuguesa no período em apreço engloba, ainda, a identificação e a atribuição de um impresso sine notis, i.e., uma edição dos Elegantiolae de Augustinus Datus, exemplar único actualmente conhecido, que se reproduz na íntegra.

Numa segunda parte do trabalho reuniu-se, num corpus documental, o material tipográfico usado nos impressos portugueses entre ca. 1488 e 1521, introduzindo uma classificação dos tipos e das iniciais, assim como uma ordenação das tarjas, gravuras e portadas, no âmbito de numa sequência cronológica estabelecida em função dos locais de produção referenciados.

O estudo e a reprodução do material tipográfico complementam-se com observações sobre particularidades registadas na análise dos 61 impressos portugueses, acrescentando, oportunamente, informações relevantes sobre o funcionamento das oficinas e tipografias inventariadas.
Este resumo da tese consta da caixa do cd-rom, que está disponível em algumas bibliotecas do país.
A tese de doutoramento - Incunábulos e Post-Incunábulos Portugueses - encontra-se em publicação, mais propriamente na revisão de provas tipográficas. O livro será editado pelo Centro de Estudos Históricos, da UNL, tendo como director o Professor João Alves Dias.
A autora é investigadora relativamente à História da Tipografia Portuguesa, trabalhando, actualmente, sobre as edições da oficina de Germão Galharde. O trabalho actual será uma continuação da tese de doutoramento. O livro em publicação representa um trabalho de anos sobre os primeiros impressos portugueses até 1521.
O livro terá, além de outros capítulos, duas partes principais, i.e., a descrição tipobibliográfica de 61 espécies da tipografia portuguesa, acompanhada de uma parte iconográfica com reprodução de tipos, iniciais, tarjas, gravuras e portadas.
Nota do Blogue: Tenho uma predilecção por tudo o que diga respeito às primeiras obras impressas em Portugal, algumas das quais de apurada execução, por isso foi com muito agrado que recebi a notícia da futura publicação deste livro.
Os meus sinceros agradecimentos à Drª Helga Maria Justen o fornecimento das informações que constam nesta mensagem.

PRINCIPIOS DE GRAMMATICA PORTUGUEZA - Francisco de Andrade

Andrade , Francisco de - PRINCIPIOS DE GRAMMATICA PORTUGUEZA ,  Funchal: Typographia Nacional, 1844. https://archive.org/stream/pri...