sexta-feira, março 27, 2009

«Bibliografia do Dr. Jordão de Freitas» - António da Silva Rego

Bibliografia do Dr. Jordão de Freitas

Escola Médico-Cirúrgica do Funchal. Relação de todos os facultativos habilitados nesta Escola desde a sua Instituição até 1897. Diário de Notícias, Funchal, Outubro de 1897.
23 Anos de Professorado. Diário de Notícias, do Funchal, n.° 6.224, 5 de Dezembro de 1897.
Há 14 Anos. Diário de Notícias, Funchal, n.° 6.249, 9 de Janeiro de 1898.
Preparadores e Ajudantes Demonstradores da Escola Médico-Cirúrgica do Funchal. Diário de Notícias, Funchal, n.° 6.250, 11 de Janeiro de 1898.
Jornais Madeirenses (1821 a 1898). Diário de Notícias, Funchal, 2 e 3 de Julho de 1898;
Pequenas Locais na Imprensa Periódica de Lisboa Acerca do Exercício Ilegal da Medicina (1900-1901); Sobre os Médicos pela Escolas do Funchal e de Goa (1902-1903).
Representação dirigida à Camara dos Pares Acerca do Contrato de Navegação para a África Oriental. 14 de Março de 1903.
Subsídios para a Bibliographia Portugueza Relativa ao Estado da Lingua Japoneza e para a Biographia de Fernão Mendes Pinto. Instituto, vols. 51 e 52, Coimbra, 1904-1905. Separata.
Embaixada de Portugal ao Japão e do Japão a Portugal. Diário de Notícias, Lisboa, 17 de Outubro de 1904.
Embaixada Japonesa a Lisboa, Diário de Notícias, Lisboa, 19 de Outubro de 1904.
Fernão Mendes Pinto e a sua Embaixada ao Japão em 1553, Relatada Ele Próprio a sua ‘Peregrinação’. Diário de Notícias, Lisboa, 20 de Outubro de 1904.
Fernão Mendes Pinto. Diário de Notícias, Lisboa, de 5 de Janeiro de 1905.
Fernão Mendes Pinto. Revista Literária, Cientifica e Artística — O Século, 27 de Fevereiro de 1905.
O Japão e os seus Descobridores. Diário de Notícias, Lisboa, 11 de Março de 1905.
Informação da China. Revista Literaria, Cientifica e Artistica — O Século, 8 do Maio de 1905.
A Embaixada Japonesa de 1584 e o ‘Itinerário’ de Duarte de Sande. Diário de Notícias, 16 de Maio de 1905.
Miguel Cervantes e Fernão Mendes Pinto. Diário de Notícias, 1 de Junho de 1905.
Um Japonês em Lisboa. 1553 e 1555. Diário de Notícias, 28 de Julho de 1905.
Um Cosmógrafo Português no Japão no Século XVI. Diário de Notícias, 7 de Agosto de 1905.
Portugueses em Macau no Século XVI. Diário de Notícias, n.º 14.269, 19 de Agosto do 1905.
Fernão Mendes Pinto e o Padre Francisco Xavier. O Jornal do Comércio, n.º 15.532, 20 de Outubro de 1905.
Fernão Mendes Pinto. Diário Ilustrado e Correio da Noite, 23 de Outubro; Diário de Notícias, 24 de Outubro de 1905.
Mafalda e Matilde e não Maud. Diário de Notícias ou O Século, 16 de Março de 1905. (Consultámos ambos os jornais e em nenhum encontrámos o citado artigo).
Cervantes e Argensola. O Século, 17 de Julho de 1905.
Fernão Mendes Pinto e o Padre Francisco Xavier. Diário de Notícias, 27 de Novembro, 3 e 4 de Dezembro de 1905.
Fernão Mendes Pinto. Sua última Viagem à China (1554-1555). Arquivo Histórico Português — 1905 — Separata
Portugueses no Japão. Suas primeiras Viagens. Revista Literária, Cientifica e Artística — O Século, 29 de Janeiro de 1906.
Jesuítas no Japão. Um Inédito do Século XVI. Diário de Notícias, 20 de Maio de 1906.
Alcorão (Torre, Mesquita). O Século, 14 de Abril de 1906.
Horas da Rainha D. Leonor. Diário de Notícias, 22 de Setembro de 1906.
Vida de Santa Barbara (Manuscrito do Século XVI). Diário de Notícias, 30 de Outubro de 1906.
Alcorão, Alporão (Alprão). — Uma questão que não é nova. Diário de Notícias, de 20 de Novembro de 1906.
O Palacete de João Pedro Ludovice, na Calçada da Ajuda. Diário de Notícias, n.º 18.846, 24 de Março de 1907.
Macau e Luís de Camões. Portugal, 2 de Junho. Reeditado em O Oriente Português, Julho e Agosto de 1907.
O Novo Ministro do Japão. Diário de Notícias, 21 de Julho de 1907.
Portugueses no Japão. Diário de Notícias, 25 de Julho de 1907.
Fernão Mendes Pinto e o Descobrimento do Japão. Diário de Notícias, 14 e 15 de Agosto. (Vide número de 17 deste mês).
Macau e Luís de Camões. Portugal, 8 de Setembro. Reeditado em O Oriente Português Outubro e Novembro de 1907.
A Inquisição em Goa — Subsídios para a sua História. Arquivo Histórico Português, vol. V, págs. 226-227 — Separata, 1907.
A Capela Real e a Igreja Patriarcal na Ajuda. Boletim da Real Associação dos Arqueólogos, tomo XI, n.º 9 — Separata, 1908.
Crisfal. Diário de Notícias, 28 de Novembro de 1908.
Cristóvão Falcão (‘O Trovador’, de Alcunha). Diário de Notícias, 29 de Dezembro de 1908.
Suum Cuique. Diário de Notícias, 2 de Janeiro de 1909.
Pendência Histórico-Literária (Em volta do — Chrisfal —). Diário de Notícias, n.º 15.700, 1 de Agosto de 1909.
Onde Foi Baptizado D. Miguel I ? (Carta ao Jornal — A Nação —). A Nação, n.º 14.787, 1 de Junho de 1909.
O 1.º Marquês de Pombal, Familiar do Santo Ofício. Portugal, 4 de Agosto de 1909.
O Marquês de Pombal e a Inquisição. Portugal, 5 de Agosto de 1909.
O Snr. Alpoim e a Inquisição. Portugal, 6 de Agosto de 1909.
O Senhor Alpoim e a Real Mesa Censória.Portugal, 7 de Agosto de 1909.

As Investidas do Snr. José de Alpoim Contra a História. Portugal, 22 de Outubro de 1909.
A Ciência Histórica do Snr. Alpoim Desbancada. O Primeiro de Janeiro, Outubro de 1909. (Não conseguimos encontrar este estudo depois de percorrermos todo o mês de Outubro). A Palavra, n.º 105, 12 de Outubro de 1909.
O 2.º Visconde de Santarém e os Seus Atlas Geográficos. I vol., 1909.
O Snr. José d’Alpoim a Recuar. Portugal, 29 de Janeiro de 1910.
2.° Visconde de Santarém. Opúsculos e Esparsos. 2 vols., 1910.
O Marquês de Pombal. A Lenda e a História (Notas Soltas). Opúsculo, 1910.
Francisco de Morais, o — Palmeirim —. Notícia Bibliográfica. Anais das Bibliotecas e Arquivos, vol. 2?, 1916? — Separata.
No Último Quartel do Século XVII. Serões, n.º 61, Julho de 1910.
Herculano, Bibliotecário. Boletim da Real Associação dos Archeologos Portugueses, número comemorativo do centenário de Alexandre Herculano, 1910.
Portugalia Monumenta Histórica. Documentos para a História da sua Organização (11 de Março de 1852 a 10 de Janeiro de 1853). Boletim da Real Associação dos Archeologos Portugueses, 1910.
Macau. Materiais para a sua História no Século XVI. Arquivo Histórico Português, vol. VIII, Separata, 1910.
Camões em Macau (No 331.º Aniversário do Falecimento do Poeta). Vol. IX, 1914? (Não encontrámos este estudo)
Quando Foi Descoberta a Madeira? Resenha Histórica. Opúsculo, 1911.
Quando Morreu Camões? Diário de Notícias, 10 e 29 de Junho de 1912 e 10 e 13 de Junho de 1913.
Onde Nasceu o 2.° Visconde de Santarém? Opúsculo, 1913.
O Marquês de Pombal. Diário de Notícias, de 1913. (Não encontrámos este estudo) A Nação, 15 de Maio de 1913.
Camões e as Jornadas de D. Sebastião a África. Diário de Notícias, 25 de Junho de 1913.
2.º Visconde de Santarém. Inédito (Miscelânea). Volume, 1914.
O Azulejo da Costa do Castelo. Diário de Notícias, 8, 10 e 23 de Maio de 1914.
O naufrágio de Camões e dos Lusíadas,
Opúsculo, 1915.
A Nacionalidade de S. Francisco Xavier. O Dia, 6 de Março, 10 e 12 de Abril de 1915.
Cervantes e Argensola. A Propósito de uma Comunicação Académica do Senhor Teófilo Braga.
Opúsculo, 1916.
O Marquês de Pombal e o Santo Ofício da Inquisição. Volume, 1916.
Uma Questão Histórica. A Nação, 28 e 29 de Maio de 1916.
O Marquês de Pombal, o Livre Pensamento e a Inquisição. Diário de Notícias, Outubro de 1916.
A Imprensa de Tipos Móveis em Macau e no Japão nos Fins do Século XVI. Anais das Bibliotecas e Arquivos de Portugal, vol. I, n.º 5, 1916 — Separata.
O Palácio dos Cabêdos e Sebastião José de Carvalho e Melo. Diário de Notícias, 1 de Janeiro de 1916.
A Carta de Afonso IV ao Papa Clemente VI. Diário de Notícias, 18 de Julho de 1916; A Nação, 19, 21 e 27 de Julho e 7 de Setembro; A República, 27 de Julho e 7 de Setembro do mesmo ano; Diário de Notícias, 16 de Julho de 1917.
D. Bento de Camões e o Príncipe dos Poetas Lusitanos. Edição correcta e muito ampliada dum artigo publicado no — Diário de Notícias — . Opúsculo, 1917.
Justiça. Opúsculo, 1918.
O Palácio da Ajuda em Chamas. 10 de Novembro de 1794. Diário de Notícias, 11 de Novembro de 1920.
Amores Inéditos de Camões. Quem Foi a Inspiradora do Soneto —Alma Minha —? Diário de Notícias, edição da noite, 7 de Janeiro de 1921.
Luís de Camões e o Seu Amigo Diogo do Couto. A Época, 10 de Junho de 1921.
Simão Vaz de Camões. Em volta de Uma Novidade Literária. A Época, 14, 19 e 22 de Junho e 2 de Julho de 1921.
Problemas Bibliográficos. A Época, 16 de Junho de 1921.
Assuntos Camonianos. A Época, 19 de Junho de 1921.
Morte e Enterramento de Camões. Diário da Manhã, 10 de Junho de 1921.
Onde Morreu Camões?. A Época, 10 de Junho de 1923.
O Cavaleiro de Oliveira. Apontamentos Bibliográficos. A Época, 25 e 27 de Novembro e 7 e 15 de Dezembro de 1921; 7 de Janeiro, 8 de Fevereiro, 29 de Novembro e 13 de Dezembro de 1922.
O Pintor Domingos de Sequeira. Uma Carta do Genro do Grande Artista ao Conde de Lavradio. Diário da Manhã, n.º 278, 16 de Janeiro de 1922.
Os Barretes Cardinalícios nos Reinados de D. Pedro II e D. João V. A Época, 25 de Abril, 25 de Junho, 15, 18, 23, 27 e 31 de Dezembro de 1922. Vide A Época, 27, 29 de Abril e 8 de Maio de 1922: artigos meus com o título Um Pouco de História sobre o mesmo assunto.
A Execução dos Távoras. A Época, 8 de Maio de 1922.
Os Barretes Cardinalícios no Reinado de D. José. A Época, 3 e 5 de Janeiro de 1923.
Os Restos Mortais do Marquês de Pombal. A Época, 7 de Maio de 1923.
Duas Filhas do Marquês de Pombal Desconhecidas dos Linhagistas. A Época, 8 de Maio de 1923.
Um Frade Franciscano, Irmão do 1.º Marquês de Pombal. A Época, 3 de Junho de 1923.
O Marquês de Pombal, Diplomata. (Documentos para a história da sua enviatura a Viena de Áustria). A Época, n.° 1.553, 11 de Novembro de 1923, e n.° 1.602, 1 de Janeiro de 1924.
A Tragédia do Cais de Belém. Notas Históricas Sobre o Drama Sangrento de 13 de Janeiro de 1759. A Época, 13 de Janeiro de 1924.
As Residências dos Távoras e Athaides, Condes de S. João da Pesqueira e de Alvor, Marqueses de Távora e Condes de Atouguia. A Época, Fevereiro de 1924.
O Marquês de Pombal e o Processo dos Távoras. A Época, 13 de Maio de 1924.
As Ossadas da Quinta do Fiuza em Alcântara. A Época, 9 de Fevereiro de 1924.
Os Epitáfios da Sepultura de Camões. Novidades, 10 de Junho de 1924.
Uma Raridade Bibliográfica em Língua Japonesa Roubada no Liceu Passos Manuel. O Dia, 17 de Janeiro de 1925,
Cartas que Dirigi ao Diário de Notícias nos Dias 14 e 23 de Janeiro de 1925 (mas que não foram publicadas), referentes à Cultura Estrangeira — Cultura Portuguesa, do Dr. Alfredo Pimenta, publicadas nestes dois dias. — 1925.
Morte e Enterramento de Camões. Separata, 1925.
A Expedição de Martim Afonso de Sousa (1530-1533). Historia da Colonização Portuguesa do Brasil, volume III, págs. 95-164, 1926.
O Descobrimento Precolombino da América Austral pelos Portugueses — A Fortaleza e a Feitoria de Pernambuco. Lusitânia, fasc. IX, págs. 315-327. Separata, 1926.
No 167.º Aniversário Dum Casamento Real (A Princesa da Beira com o Infante D. Pedro). Novidades, 6 de Junho de 1927.
Paço Real de Alcântara. Sua Localização. Elementos para a sua História desde o Domínio Filipino.
A Época, 31 de Janeiro e 6 de Fevereiro de 1928
A Tapada da Ajuda. Sua Origem ou Creação. A Época, 14 e 22 de Março de 1928.
A Quinta Real de Alcântara Durante o Domínio Filipino. A Época, 10 de Maio de 1928.
Quando Morreu Camões? Diário de Notícias, Junho de 1928 (Não é Junho, pois não figura na colecção existente na Biblioteca Nacional).
A Carta de D. Afonso V ao Papa Clemente VI e a Honestidade Literária de João da Rocha. Portucale, vol. 2.°, n.° 8, 1929. Separata.
Notícia Biobibliográfica de Fernão Mendes Pinto. Introdução à edição da Peregrinação, publicada no Porto, 1930.
Francisco de Andrade (Guarda Mor ou Superintendente da Torre do Tombo). Anais das Bibliotecas e Arquivos, número de Janeiro e Junho de 1931.
Quando Foram Descobertas as Ilhas do Arquipélago dos Açores? A Voz, 17 e 24 de Novembro, 3, 4, 8 e 20 de Dezembro de 1931; 5, 8, 15 e 22 de Janeiro, 7 de Fevereiro, 22 de Março e 29 de Abril de 1932.
Povoamento e Colonização dos Açores. A Voz, 29 de Janeiro de 1932.
Comemoração do Descobrimento dos Açores. A Voz, 22 de Maio e 2 de Junho de 1932.
Gaspar Frutuoso e a Tradição Açoreana no Redescobrimento dos Açores. A Voz, Junho de 1932.
Literatura de Viagens. Século XVI. História da Literatura Portuguesa Ilustrada, volume 3, 1932.
Terçanabal, Vila do Infante — Cabo de Falmenar — Cabo de S. Vicente. A Voz, 12, 18 e 30 de Março, 29 de Abril, 27 de Maio, 10 de Junho, 15 e 18 de Julho, 12 de Agosto, 30 de Setembro, 7 de Outubro e 11 de Novembro de 1932.
Na Enseada de Beliche. Arquivo Histórico da Marinha, vol. I, n.º 2, 1933.
Camões, o — Trinca-Fortes —. Quem Era? Diário de Notícias, 3 de Março de 1933.
Um Autor Plagiário. Diário da Madeira, 31 de Junho de 1934.
Quinta de Nossa Senhora das Mercês, Antigamente Chamada das Lapas. A Voz, 28 de Outubro de 1934.
O Incêndio do Paço Novo da Ajuda (10 de Novembro de 1914). A Voz, 4 de Novembro de 1934.
O Terceiro Palácio Real da Ajuda. A Voz, 31 de Dezembro de 1934; 7 de Janeiro, 8 de Fevereiro e 21 de Março de 1935.
O Arabista Fr. Manuel Rebelo da Silva e o Estudo do Língua Árabe Entre Nós. Revista de Arqueologia, t. II, 1935.
Real Quinta do Meio, em Belém (Antiga Quinta da Calheta). A Voz de Belém, 6, 20 e 28 de Maio e 18 de Junho de 1935.
Alcolena — Designação Toponímica Já Usada no reinado de D. Fernando. A Voz, 16 de Novembro de 1935.
O Cais de Belém — De Quando Data a sua Construção? Ecos de Belém, ano IV, n.º 101, 1 de Agosto de 1935,
Acerca da Concessão dos Breves Pontifícios para o Casamento da Princesa D. Maria com seu Tio, o Infante D. Pedro (1734-1744). Instituto, vol. 88, n.º 4, Coimbra, 1935 — Separata.
O Mosteiro dos Jerónimos e as Edificações Construídas em sua Frente, nos Séculos XVI e XVII. — Comunicação feita no Instituto Português de Arqueologia, História e Etnografia. Etnos, vol. I, 1935—Separata.
João de Castilho. Arquitecto do Mosteiro dos Jerónimos. Revista de Arqueologia, tomo 2, 1936 — Separata.
A Vila e Fortaleza de Sagres nos Séculos XV a XVIII. A Voz, 15, 23 e 30 de Janeiro; 6, 13, 20 e 27 de Fevereiro; 6, 13, 20 e 27 de Março; 3, 10, 17 e 24 de Abril; 1, 8, 15 e 22 de Maio; 5, 12 e 26 de Junho; 17 e 31 de Julho; e 1, 8, 21 e 28 de Agosto de 1937.
Serras de Água nas Ilhas da Madeira e Porto Santo. Revista de Arqueologia, vol. III, fasc. VI, 1937 — Separata.
O Infante D. Henrique no Promontório Sacro. Revista de Arqueologia, vol. III, fasc. VIII, 1938.
Para a História de Sagres. Bazar, n.º 39, 26 de Novembro de 1937.
As Disposições Testamentárias do Infante D. Henrique. Bazar, n.º 40, 3 de Dezembro de 1937.
Interessantíssima Carta de Doação do Infante D. Henrique. Bazar, n.º 45, 14 de Janeiro de 1938.
Dois Documentos Inéditos — Os Paços que o Infante D. Henrique Doou à Universidade de Lisboa em 1431. Bazar, n.º 3, 4 de Maio de 1938.
As Ilhas do Arquipélago dos Açores na História da Expansão Portuguesa. História da Expansão Portuguesa, fasc. 10, 1938.
Contra o Idalcão — Nos Campos de Pondá e Terras Vizinhas de Goa (1557-1558). Comunicação apresentada na 2.ª Secção do I Congresso da História da Expansão no Mundo — 1938.
O Cabo Bojador. Origem Desta Denominação. Importância da Ultrapassagem Deste Cabo por Gil Eanes. Comunicação feita no Instituto Português de Arqueologia, História e Etnografia. Etnos, vol. II, 1939.

PRINCIPIOS DE GRAMMATICA PORTUGUEZA - Francisco de Andrade

Andrade , Francisco de - PRINCIPIOS DE GRAMMATICA PORTUGUEZA ,  Funchal: Typographia Nacional, 1844. https://archive.org/stream/pri...