domingo, janeiro 23, 2011

Os Cantos. A tragédia de uma família açoreana - Maria Filomena Mónica (2010)

Mónica, Maria Filomena - Os Cantos. A tragédia de uma família açoreana, Alêtheia Editores, 2010.

Num magistral e longo trabalho de investigação de Maria Filomena Mónica surge-nos esta excelente obra, que nos retrata a história de uma família açoreana, com especial destaque ao seu membro mais ilustre José do Canto.
Um livro para ler e reler.
Foto: http://www.mulheres-ps20.ipp.pt/Maria_Filomena_Monica.htm

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Islenha 47 (Julho-Dezembro 2010) e Islenha 46 (Janeiro-Junho 2010)

Índice


Editorial 47

1 - O Laicismo Luso, do Regime Liberal ao Fim da Ditadura (1820-1974): paradoxos e originalidade da instituição duma sociedade laica em Portugal - João Medina

2 - Dois Açorianos na Presidência da República Portuguesa (1911-1915) - Paulo Drumond Braga

3 - A Primeira República na Madeira - Rui Nepomuceno

4 - Os Primeiros Hotéis do Funchal Pequeno contributo para a sua identificação e caracterização arquitectónica - Rui Campos Matos

5 - La Guerra de las Comunicaciones. Operaciones navales alemanas contra las islas portuguesas de Ultramar (1916 - 1918) - José Antonio Tojo Ramallo

6 - Machim, quando a História se Mistura com a Literatura - Marco Livramento

7 - Difusão e Efeitos do Piano na Vida Cultural Madeirense no Século XIX - Paulo Esteireiro

8 - Pedras que Falam Os Moinhos da Maia (S. Miguel, Açores) - José Bettencourt da Câmara

9 - A Inovação no Turismo - João Abel de Freitas

10 - O Funeral de um Anjinho… - Gabriel de Jesus Pita

Leitura 1, Matriz Toponímica da Fajã da Ovelha, de Duarte Mendes, por Thierry Proença dos Santos

Leitura 2, Programa de Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais, de Jacinto Jardim, por José Eduardo Franco

Publicações Recebidas

Índice


Editorial 46

1 - Desumanidade e Massacre no Século XX Europeu - Zygmunt Bauman

2 - Geopolítica da Legitimação do Poder Político de Alberto João Jardim - Maria do Céu Alves

3 - Os Desenhos Madeirenses de Pedro Anjos Teixeira - Élvio Melim de Sousa

4 - Ars Moriendi de Rui Nunes - Annabela Rita

5 - Reflexões Narcísicas em José Agostinho Baptista e Eduardo White - Paulo César Vieira Figueira

6 - A Expansão Portuguesa através de Imagens da Época - Algumas Considerações sobre a sua Credibilidade - João Lizardo

7 - Madeirenses na Assembleia Nacional e na Câmara Corporativa (1935-1938) - Paulo Drumond Braga

8 - O Mestre-de-Obras da Sé do Funchal Pêro Anes - Rui Carita

9 - Obra do Arquitecto Raul Chorão Ramalho no Arquipélago da Madeira - Emanuel Gaspar

10 - Breves Notas para uma Análise da Importância do Espaço e da Geografia Económica no Contexto da Sociedade de Informação - António Almeida

11 - Estudo sobre os Factores Críticos de Sucesso da Internacionalização da Economia da RAM - Pedro Santana

Leitura 1, História Contemporânea de Portugal, do 25 de Abril à Actualidade, de António José Telo

Gabriel de Jesus Pita

Leitura 2, Entre a Selva e a Corte - Novos Olhares sobre Vieira (Coord. de José Eduardo Franco)

Guilherme d'Oliveira Martins

Leitura 3, 12 mesi a Funchal (a cura di António Fournier). - A Palavra aos Tradutores

Matteo Rei, Gaia Bertoneri, Emanuele Cavallo, Alessandro Granata Seixas

Publicações Recebidas

http://www.culturede.com/innerPage.aspx?idCat=318&idMasterCat=145&idLang=1

Cadernos de Tipografia e Design, Nr. 17 - Movembro de 2010

Índice de Temas — Cadernos Nr. 17 / Novembro de 2010

•No Atelier de Lisboa: fotografar... e paginar — 3

•700 páginas de «Alfabetos» — 4

•Upper & lowercase — 5

•Monsieur Nadar: génial! — 6

•As sombras que as coisas fazem.

Recordando Lázló Moholy-Nagy — 13

•Conhece as «Latines»? — 26

•Letras stencil, antigas — 29

•Alunos da ESAP fizeram design para a «Conversas de Rua» — 40

•Legible Cities — 44

•Fernão Lopes, cronista régio — 53

•Anúncios — 59, 60

Revista Cruzeiros (2011)



Com enorme agrado vejo surgir esta revista sob a Edição e Direcção de Luís Filipe Jardim, desde sempre um grande entusiasta dos navios.
Desejo ao Filipe as maiores felicidades neste novo projecto editorial.

Livros do século XVI ao século XIX - Livraria Artes e Letras e Livraria Olisipo (Janeiro de 2011)

artes e letras

leilões

livros do século XVI ao século XIX

leilão

24 de Janeiro às 21h

exposição

23 e 24 de Janeiro das 15h às 20h

organização de

José F. Vicente / Luís Gomes

livreiros associados

Palácio da Independência

Lisboa, Janeiro de 2011

Olhares de europeus e norte-americanos em viagem por Portugal (...) - Maria Clara Loureiro Paulino (2009)

Paulino, Maria Clara Loureiro Borges - Olhares de europeus e norte-americanos em viagem por Portugal : fontes para estudos de arte e património (ca.1750-1850), Porto : [Edição do Autor], 2009.
http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/25412/4/doutmariapaulinoolhares2000085548.pdf
http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/25412/3/doutmariapaulinoolhares12000085546.pdf
doutmariapaulinoolhares11000085544.pdf

Excelente tese de doutoramento da Drª Maria Clara, que para além de versar um tema do meu agrado tem algumas referências à Madeira.
Aconselho a leitura desta tese.

quarta-feira, janeiro 05, 2011

The life and correspondence of Andrew Combe - George Combe (1850)














Combe, George - The life and correspondence of Andrew Combe, Edinburgh: Maclachlan and Stewart; [etc.], 1850.

O Dr. Andrew Combe visitou a Madeira por duas vezes em tratamento.
As cartas escritas a um amigo descrevendo a Madeira e o seu clima são muito interessantes, razão pela qual aqui coloco uma das mesmas.

Biografia de Andrew Combe extraída de http://en.wikipedia.org/wiki/Andrew_Combe

«Andrew Combe (1797-1847), Scottish physician and phrenologist; was born in Edinburgh on the October 27, 1797, and was a younger brother of George Combe.
After attending the Royal High School, he served an apprenticeship in a surgery, and in 1817 passed at Surgeon's Hall. He proceeded to Paris to complete his medical studies, and whilst there he investigated phrenology on anatomical principles. He became convinced of the truth of the new science, and, as he acquired skills in the dissection of the brain, he subsequently gave additional interest to the lectures of his brother George, by his practical demonstrations of the convolutions. He returned to Edinburgh in 1819 with the intention of beginning practice; but showing the first symptoms of tuberculosis, he sought to improve his health in the south of France and Italy during the two following winters. He began to practise in 1823, and by careful adherence to the laws of health he was enabled to fulfil the duties of his profession for nine years. During that period he assisted in editing the Phrenological Journal and contributed a number of articles to it, defended phrenology before the Royal Medical Society of Edinburgh, published his Observations on Mental Derangement (1831), and prepared the greater portion of his Principles of Physiology Applied to Health and Education, which was issued in 1834, and immediately obtained extensive public favor.
In 1836 he was appointed physician to King Léopold I of Belgium, and removed to Brussels, but he speedily found the climate unsuitable and returned to Edinburgh, where he resumed his practice. In 1836 he published his Physiology of Digestion, and in 1838 he was appointed one of the physicians extraordinary to the Queen in Scotland. Two years later he completed his last work Physiological and Moral Management of Infancy, which he believed to be his best. His latter years were mostly occupied in seeking some alleviation of his disease at various health resorts; he spent two winters in Madeira, and tried a voyage to the United States, but was compelled to return within a few weeks of the date of his landing at New York. He died at Gorgie, near Edinburgh, on the August 9, 1847.
His biography, written by George Combe, was published in 1850.»...